Seguidores

Vamos buscar

Vamos buscar

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Estudos Bíblicos para Culto Infantil


  O perigo dos doces de Cosme e Damião







 O perigo dos doces de Cosme e Damião
(Texto do suplemento Infantil – Revista Evangelista de Crianças- Ano 03 nº 09/06 APEC)
Figura 01 – Imagine só um pacotão de bombons e doces igual a este. Bombom de leite, morango, uva, e até de melão e café. Pirulito, bolinhas de amedoim e chocolates. Dá água na boca só de pensar, não é mesmo?
E se alguém colocasse um pacotão deste na sua frente e você tivesse que escolher entre satisfazer a sua vontade, ou obedecer a vontade de Deus, o que você faria? Pegaria os bombons sem se importar se Deus se agradaria ou não da sua atitute ou não pegaria a sacolinha de bombons, pois é melhor agradar a Deus mais do que a você mesmo? Pois é, começe a pensar nisto enquanto conto uma história para vocês.
Figura 02- Vocês sabiam, que existe uma data, onde um grupo de pessoas, distribue  muitos doces para as crianças? É que em 27 de setembro eles comemoram o dia de Cosme e Damião. Mas afinal de contas que dia é este, e quem são Cosme e Damião?
Cosme e Damião eram gêmeos, nasceram na Arábia, seus pais eram crentes em Cristo e eles também se tornaram seguidores de Jesus.
Estes dois irmãos cresceram, e foram estudar medicina na Síria. Quando eles se tornaram médicos, passaram a tratar das pessoas e não cobravam nada pelo serviço, além disso aproveitavam para falar do amor de Deus para seus pacientes.
Figura 03 – Um imperador chamado Diocleciano, que não gostava dos cristãos ordenou que seu  comandante chamado Lísias que torturasse os dois irmaõs. O comandante ordenou que Cosme e Damião se curvassem diante de uns ídolos (Imagens de escultura), mas eles sabiam que Deus não se agrada disto e não obedeceram ao comandante. A Bíblia diz em Exôdo 20.4-5 “Não farás para ti imagens de esculturas... Não te encurvarás diante delas... “ Sabe o que aconteceu crianças? Cosme e Damião foram mortos por não terem adorado aquelas imagens.
Figura 04- Mas o que acontece hoje? Depois que eles morreram as pessoas fizeram imagens deles e colocaram para serem adoradas e para que as pessoas façam pedidos e dediquem oferendas.
Aqueles bombons que eles distribuem para as crianças, primeiro oferecem aos ídolos (imagens de Cosme e Damião) que são chamados de espírito de criança. Fazem isto como pagamento por alguma promessa. Ou seja, eles pensam assim: Se o ídolo me conceder o que estou pedindo todo dia 27 de setembro vou distribuir bombons para as crianças como agradecimento pela graça recebida. Sabemos que mortos não escutam ninguém, só Deus pode nos abençoar de verdade. Então, quando alguém vier lhe oferecer sacolinhas de bombons no dia 27 de setembro diga: muito obrigado , mas não posso receber.
Figura 05 -  Será que Cosme e Damião aprovariam tudo isto? Com certeza que não, pois eles nunca aprovariam que fosse feitas imagens suas para serem adoradas pelas pessoas e jamais aceitariam oferendas dedicadas a eles. Mas infelizmente isto acontece em nossa cidade. As crianças crentes precisam estar atentas pois a Bíblia diz em I Coríntios 10.31“Que comais ou bebais, ou façais qualquer coisa,fazei tudo pata glória de Deus’’. Assim não podemos comer nenhuma comida oferecida a ídolos. É muito difícil resistir a tentação de pegar um pacotão de doces, mas a Bíblia nos ensina em Tiago 4.7 “Sujeitai-vos a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós” Diga Não a vontade de pegar estes tipos de bombons e Jesus ficará muito feliz com você. De outra forma você ganhará bombons muito melhores, pois Deus recompensa a quem lhe obedece.


Zé Gotinha - História Evangelística




ZÉ GOTINHA

Texto para memorizar: “... e o sangue de Jesus Cristo o seu filho nos purifica de todo pecado”. 1 Jo 1.7

Objetivo
Ensinar que só o sacrifício de Jesus com derramamento de sangue na cruz é capaz de nos limpar do pecado.


Modo de fazer
Recorte e monte o Zé gotinha como mostra o modelo. Cole atrás o bolso para guardar as gotinhas. A vassoura pode ser feita de palito de churrasco com lã vermelha
      O professor se aproxima da criança passando a vassourinha no coração.
Olá, como vai você? Quero te apresentar o meu amiguinho o Zé Gotinha. E sabe o que ele gosta de fazer? Ele gosta de limpar tudo com a sua vassourinha. Como está o seu coração, está feliz, está limpinho?
      O que será que pode sujar o coração das crianças? Será que tem alguém aqui que andou desobedecendo ao papai e a mamãe? Se você fez isto, saiba que seu coração está sujo e precisa ser lavado. Será que tem alguém aqui que brigou com o amiguinho esta semana? Olha Papai do céu é um pai zeloso e não quer ver seus filhos brigando com ninguém.
      Sabe crianças, existes muitas coisas que podem sujar seu coração e afastar você de Deus como por exemplo: Chamar palavras, contar mentira, pegar o brinquedo do colega sem avisar. São tantas sujeiras que estas coisas podem provocar! Mais eu e meu amigo Zé Gotinha sabemos a história de alguém muito especial que tem poder para limpar nossos corações. Você já ouviu falar de Jesus?
    Jesus é o filho de Deus que veio ao mundo para perdoar os nossos pecados e limpar o nosso coração. Mas para que isto fosse possível, Ele precisou morrer e derramar muitas gotas de sangue como essa (mostrar a gotinha para as crianças). Jesus, porém não ficou morto, ao terceiro dia ele ressuscitou para que fossemos salvos. Se você entregar o seu coração a Jesus Ele te limpará de todos os teus pecados. A Bíblia nos ensina que o sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado ( 1 Jo 1.7).
    Você quer ficar limpinho do pecado? Receba a Jesus como seu Salvador, Ele entrará em seu coração e com o poder do seu sangue te limpará e você se tornará filho de Deus.


Plano da Salvação com os dedos


Mariana, a florzinha






MARIANA, A FLORZINHA
(Publicação APEC) - Recurso visual-  Educador Cristão Criativo

         Mariana era uma flor bem pequena. Vivia num imenso parque, rodeada de muitas coisas bonitas. Visitantes vinham de longe para conhecer e apreciar aquele lindo lugar.

A cada manhã quando o sol surgia, e os portões do parque se abriam, Mariana banhava-se com as gotas de orvalho. Lavava seu rostinho, suas pétalas, e, colocava-se na posição mais elegante possível, esperava ansiosamente que muitas pessoas viessem admirá-la
Mas... Que tristeza! Os pés dos visitantes passavam tão perto que quase a amassavam e, sem a notarem, dirigiam-se para o lindo e grande jardim que se encontrava logo atrás dela. Ah!... Se ela pudesse estar naquele lindo jardim, no meio daquelas grandes, coloridas e orgulhosas flores...
       Lá sim, ela poderia aparecer. Mas será que apareceria mesmo? Aquelas flores eram muito maiores, muito mais bonitas do que ela! Bem, ao menos se ela estivesse lá, quem sabe por um descuido, alguém a notasse. Mas, não tinha jeito! Ela estava ali, longe do jardim, e ao que parece. NADA havia nela que chamasse a atenção das pessoas.

       Numa manhã, Mariana acordou com um grande desânimo. Chegou mesmo a desejar que um daqueles homens bem pesadões que visitavam o parque, a amassasse com uma grande pisada.  Desta vez, quando as pessoas começaram a entrar pelo portão, ao invés de querer aparecer, Mariana queria se esconder. Esconder-se de todos. Ela sentia que não valia nada! Sentia-se muito feia. E via que nem merecia ser chamada de flor. Flores para ela, eram aquelas do jardim! Aquelas sim eram admiradas por todos. Na verdade para ela seria muito bom que nascesse muito mato ao seu redor. Assim, ela sumiria de uma vez!

Mariana estava tão presa aos seus pensamentos, que nem percebeu quando uma menininha se aproximou dela.
     Depois de encostar seu narizinho na florzinha, a menina correu em direção aos seus pais gritando: - Mamãe, Mamãe, achei! Aquele perfume gostoso que sentimos, vem daquela florzinha ali! Venha sentir Mamãe! De perto o perfume é ainda bem mais gostoso!

Mariana se alegrava. Estava agora até envergonhada e, procurou colocar-se da maneira mais elegante possível quando os pais da menina se aproximaram. Que felicidade para Mariana! Agora se sentia finalmente realizada.

     Muitas outras pessoas atraídas pelos gritos da menina vinham também sentir o delicioso cheiro da florzinha. Este era sem dúvida o dia mais alegre na vida de Mariana. Esqueceu toda a tristeza que até a bem pouco tempo a abatia. E tudo, por causa do seu perfume, que foi percebido pela pequena visitante.

Se fosse somente a sua beleza... Oh, as flores do jardim eram muito mais bonitas do que ela! Mas o seu PERFUME superou a beleza de todas as outras!
      A Palavra de Deus, diz que nós, os salvos, somos o “bom perfume de Cristo”. Entenderam o que isto quer dizer? Quer dizer que cada um de nós, em nossas palavras, em nossas atitudes e em nossas ações, temos que mostrar que o Senhor Jesus vive em nós.
Você é tão pequeno diante de um mundo tão grande, não é mesmo? Talvez seja o único ou a única pessoa crente lá na sua casa, lá na escola e,... É tão difícil!!! Pode pensar talvez... Quem vai dar importância às minhas palavras, ao meu testemunho?
Lembre-se de Mariana. Apesar de tão pequenina, seu perfume atraiu a menininha, depois seus pais, e depois, um grande número de pessoas.
Então, você quer ser realmente o bom perfume de Cristo? Assim, você será um meio para que outras crianças e adultos, quem sabe, seu papai ou mamãe, se interessem em receber a Cristo. Isto será sem dúvida a maior alegria que você poderá experimentar.
      Mas há ainda uma coisa importante que eu devo dizer.
Você só poderá ser o bom perfume de Cristo, se já O conheceu como seu Salvador pessoal.
Você já O convidou para vir morar no seu coração? Se não o fez ainda, saiba que Deus ama muito você. Tanto que, mandou se Único Filho, o Senhor Jesus, para morrer na cruz no seu lugar por causa do seu pecado (suas mentiras, sua desobediência, sua teimosia e tantas coisas que você tem feito de errado).
Ele derramou o Seu sangue e morreu por você naquela cruz. Mas depois de três dias ressuscitou e agora está no céu novamente preparando um lindo lugar para todos. Você quer fazer isto hoje mesmo? Se quiser venha a frente e vamos orar por você.


A armadura do cristão  

Estudo Bíblico para crianças






A ARMADURA DO CRISTÃO
Texto Bíblico: Efésios 6. 10-20

Objetivos:

- Levar a criança a compreender que para vencermos o mal precisamos de armas espirituais.
- Ensinar que podemos adquirir estas armaduras através da nossa fé em oração.

Recurso visual : Soldadinho romano de E.V.A com montagem das peças. Primeiro você vai apresentar às crianças o menino sem as armaduras. Em seguida vá colocando uma armadura por vez. Após terminar a explicação de uma, coloque a outra até o final do estudo.
Versículo para memorizar:
"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo".
E f 6.11

Quando falamos em armadura lembramos de soldados, guerreiros que nunca vão para uma batalha sem estarem totalmente vestidos de uma armadura. Ou seja, protegidos para que seu corpo não seja atingido e que permaneça firme até o fim da batalha.
            Você sabia que Deus também nos dá uma armadura? É isso mesmo, nós temos um inimigo muito perigoso, que não gosta de Deus nem dos seus filhos. A Bíblia diz que ele veio matar, roubar e destruir. O nome dele é Satanás e nós precisamos vencê-Io. Ele é invisível, por isto lutamos contra ele com armas espirituais, que não vemos, mas sentimos. A armadura de Deus é o que nos torna firmes contra todo mal.     Deus nos manda vestir toda essa armadura, não para lutarmos uns contra os outros, mas para lutarmos contra tudo o que não lhe agrada.

Vamos conhecer essas armaduras:
 1- Tomai... também o Capacete da Salvação - Se somos soldados salvos por Jesus, teremos  força e autoridade para vencer o inimigo.

2- Vestindo-vos da Couraça da Justiça - Julgar com justiça é atribuir a recompensa ao vencedor e o castigo ao culpado. Toda pessoa salva em Jesus precisa ser justa. Não enganar nem prejudicar ninguém.

3- Cingindo-vos com a verdade - Só a verdade é capaz de guiar as pessoas pelo caminho certo. Deus odeia a mentira e sua Palavra é clara quando diz que o mentiroso é filho do Diabo nosso inimigo.

4- Usando sempre o Escudo da Fé - O escudo serve de proteção para o soldado. A fé em Deus nos protege do mal, quando confiamos que o Senhor está a nos proteger.

5- Tomai... a Espada do Espírito - Quando Jesus foi ao céu, deixou o Espírito Santo para nos guiar neste mundo. É Ele que nos diz a hora certa de atacar o inimigo e vencermos esta luta. O Espírito de Deus nos mostra as ciladas e estratégias usadas pelo Diabo contra nós. O Espírito de Deus nos capacita para vencer!

6-  Calcai os pés com a preparação do Evangelho da Paz - A grande missão da igreja do Senhor é anunciar o evangelho. Quando falamos do amor de Jesus para outras pessoas, estamos contribuindo com o plano de Deus para salvar a humanidade e tira-Ia das garras do inimigo.

Deus nos deu esta armadura, para lutarmos contra o mal. Ele está a frente da batalha, portanto, devemos estar revestidos desta armadura sempre. Em Jesus somos mais que vencedores!!!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Estudo Bíblico


                           AS MÃOS DE MINHA MÃE (FIG 1)

                               (História para o Dia das Mães)
(FIG 2) Uma bela e jovem mãe colocou sua filhinha para dormir no berço e foi visitar uma vizinha. Muitas vezes ela havia deixado a filhinha sozinha, por poucos minutos apenas, e nenhum mal lhe acontecera. Assim, não teve dúvida de que também desta vez nada aconteceria.
Chegando a casa da vizinha, começou a conversar sobre algumas coisas, mas foi interrompida subitamente por um som que sempre lhe causava um calafrio: era a sirene do caminhão de bombeiros.
- Não se preocupe – disse a vizinha. – Tenho certeza de que o incêndio não é por aqui.
- Mas ouça! – disse a mãe. – Parece que os bombeiros estão vindo para este lado! E veja o povo correndo! Estão correndo nesta rua! E correm na direção da minha casa!
Sem dizer mais nada, ela correu para onde o povo estava indo. E então viu sua própria casa em chamas! Fumaça e labaredas já saíam pelo telhado.
(FIG 3) Minha filhinha!  - exclamou ela desesperada. – Minha filhinha!
A multidão era grande em volta da casa, mas a mãe acotovelou-se por todas as pessoas.
- Meu nenê! Meu nenê! Minha pequena Marja!
Um bombeiro agarrou-a:
- A senhora não pode entrar aí – gritou ele. – Vai morrer queimada!
- Deixe-me ir! Deixe-me ir! – gritou ela. E com uma força sobre-humana desvencilhou-se e correu para dentro da casa em chamas, enquanto todos observavam espantados.
Ela sabia exatamente onde devia ir.
Atravessando como uma flecha a fumaça e as chamas, agarrou o pequeno tesouro que era sua menina, e fez meia volta. Mas, vencida pela fumaça, ficou tonta e caiu; teria morrido queimada com a nenê se um bombeiro não a tivesse levado para fora.
Toda a multidão gritou de alegria quando ela apareceu! Mas ai! Embora o bebê estivesse salvo, a pobre mãe ficou muito queimada. Pessoas amigas a colocaram numa ambulância e ela foi para o hospital.
(FIG 4) Ali todos os médicos viram que as mãos dela, aquelas valorosas e queridas mãos que tinham agarrado a criança no berço em chamas estavam terrivelmente queimadas. Embora os médicos fizessem de tudo para salvá-las, elas ficaram mutiladas e cheias de cicatrizes.
Meses depois a corajosa mãe teve alta do hospital. E voltou para casa, com a filha.
As semanas tornaram-se meses e os meses tornaram-se anos. A menina aprendeu a engatinhar, andar e agora já corria. Estava crescendo. Começava a reparar nas coisas.
(FIG 5) Um dia, quando Marja tinha oito anos, a mãe estava lavando louça na cozinha.
De repente, Marja viu algo em que nunca havia reparado.
-Mamãe! – exclamou ela – que mãos feias a senhora têm!
- Sim, querida – disse a mãe calmamente, embora ferida demais com essas palavras. – São mesmo feias, não é?
- Mas porque a senhora tem as mãos tão feias quando as outras pessoas têm as mãos bonitas? – perguntou Marja, não sabendo que cada uma de suas palavras era como um punhal no coração da mãe.
(FIG 6) Lágrimas lhe brotaram dos olhos.
_ Que foi que eu disse de mal, que foi que eu fiz? – perguntou Marja.
Então a mãezinha tomou-a pela mão e a levou ao sofá.
- Preciso contar-lhe uma coisa, querida. – disse ela.
Então contou sua história, que Marja não conhecia ainda. Falou do Incêndio, do povo que a procurou impedir, de como ela a havia tirado do berço já envolto em labaredas, como caíra ao chão, como fora salva e como recebera queimaduras graves.
- Minhas mãos eram lindas antes disso – terminou ela.
Marja apertou entre as suas mãos aquelas mãos mutiladas, com lágrimas a lhe deslizarem pela face.
(FIG 7) – Mãezinha querida – disse chorando – são as mãos mais lindas em todo mundo!
Criança há outras mãos que foram feridas por você. As mãos de Jesus, o Amigo e Salvador das crianças; as mãos Daquele que desceu do Céu para salvar Seu povo do pecado, e levá-los para Seu lindo país.
Vocês sabem o que aconteceu a Jesus? Homens maus agarraram-no e o crucificaram.
(FIG 8) Martelaram grandes pregos através de suas mãos e pés e o levantaram numa cruz, para ali morre. Depois o sepultaram no túmulo de José de Arimatéia. Mas não o puderam reter ali. Ele ressuscitou e subiu para o Céu, onde vive hoje, aguardando o feliz dia em que há de voltar.